lepes

Portal

APRESENTAÇÃO

Este documento apresenta a proposta de criação do Laboratório de Estudos e Pesquisas em Educação Superior (LEPES), antes inserido no LAPES – Laboratório de Pesquisa em Ensino Superior, coordenado pela Profa. Maria Ligia Barbosa do Departamento de Sociologia e Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia do IFCS/UFRJ. Dado o volume de orientações (graduação, mestrado e doutorado), assim como de iniciativas que vem sendo desenvolvidas com professores-pesquisadores de outras faculdades de educação (tanto do Brasil quanto do exterior ) e alunos do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação da UFRJ e de outras universidades do Rio de Janeiro, as proponentes desejam formalizar a autonomia do LEPES frente ao LAPES, e, ao mesmo tempo, solicitar seu cadastramento no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq, contribuindo com a especificidade das linhas de estudos, pesquisas e ações de extensão que à frente apresentaremos.

Cabe destacar que em função da formação e da trajetória acadêmica das proponentes, o Laboratório, de forma geral, pretende se debruçar sobre o problema das desigualdades de oportunidades educacionais no ensino superior e sobre a inserção profissional dos egressos deste nível de ensino. Essas são questões clássicas do campo da Sociologia da Educação e dos diálogos e confrontos estabelecidos entre esta disciplina e outras, tais como a Sociologia do Trabalho, a Sociologia Econômica e a Economia da Educação. Desde meados do século XX grande parte da produção no campo da Sociologia da Educação tem se concentrado em discussões e análises sobre acesso, continuidade e conclusão dos estudos (ver, por exemplo, Forquin, 1995). A importância de se investigar (exaustivamente) fenômenos como esses está no fato de que são indicadores fundamentais dos processos de produção e dos efeitos de desigualdades sociais mais amplas; ou, em outros termos, do grau de “democratização” das oportunidades sociais. Cabe mencionar também que a expansão do número de matrículas na educação superior no Brasil nas duas últimas décadas revela que a longevidade escolar no país tem aumentado, trazendo maior relevância aos estudos visando compreender as características deste nível de ensino e os efeitos desta expansão. Ao observar as características da educação superior no Brasil e, também, em perspectiva comparada, o Laboratório irá debruçar-se sobre diferentes momentos da trajetória dos estudantes neste nível de ensino, inclusive levando em conta as questões relativas ao acesso à educação superior e sua articulação com a educação básica – e o ensino médio em particular – e com a educação técnica profissional de nível médio.

Outra linha de trabalho do LEPES, esta mais específica, pretende atuar no campo dos estudos que relacionam relações raciais e educação (superior), incluindo análises sobre o fenômeno da re/produção das desigualdades raciais neste nível de ensino; os avanços e limites das políticas de ação afirmativa para estudantes pretos, pardos e indígenas no ensino superior; a existência de práticas discriminatórias no ambiente universitário (muitas vezes dificultando a plena inserção institucional e social de estudantes afrodescendentes); os processos em curso e os desafios relacionados para a formação de professores destinados a atuar no ensino de História e Cultura Afro-Brasileira na educação básica; os avanços e as dificuldades relacionadas à ampliação de estudos sobre negros no ensino superior, entre outras questões. Assim, consideramos que a Faculdade de Educação da UFRJ poderia cumprir um papel importante não apenas no debate público e na produção de conhecimento científico sobre discriminação e desigualdade racial na educação (superior), mas também, na formação inicial e continuada de professores bem qualificados e sensíveis à temática, tanto no curso de Pedagogia quanto nas Licenciaturas.

Portanto, podemos apontar objetivos gerais e específicos para o LEPES:

Objetivos Gerais:

  • Realizar estudos e pesquisas voltados para a compreensão do fenômeno das desigualdades de oportunidades educacionais no nível superior de educação no Brasil (e em outros países, comparativamente);
  • Realizar estudos e pesquisas voltadas para a compreensão das relações entre educação e trabalho e, com efeito, da produção e efeitos de desigualdades sociais mais amplas (avaliando origem social, passagem pela educação superior e destino social);
  • Contribuir para o desenho de propostas e para o aprimoramento de políticas no campo da educação superior no Brasil e em termos institucionais, particularmente no que diz respeito à permanência e assistência social aos estudantes, inclusive com contribuições para o aprimoramento desta política no âmbito da UFRJ;
  • Promover ações de extensão (cursos, eventos e projetos) de modo que a produção científica do Laboratório possa ser divulgada e acessada por professores da educação básica e superior e demais profissionais que tenham nela interesse;
  • Integrar alunos e formar pesquisadores, tanto através de programas de iniciação científica no ensino médio e superior, quanto em nível de pós-graduação (mestrado,doutorado e pós-doutorado);
  • Estabelecer parcerias para a realização de estudos, pesquisas e ações de extensão com outras instituições – nacionais e estrangeiras – e pesquisadores, de modo que possamos realizar trocas intelectuais, conhecer e analisar outras realidades institucionais e sociais;
  • Manter bancos de dados, biblioteca e videoteca sobre a temática das desigualdades de oportunidades educacionais (em geral) e sobre aquelas próprias das linhas de pesquisa do Laboratório (em particular): acesso, permanência, assistência, relações raciais, etc.;
  • Zelar pela guarda de dados e materiais científicos resultantes do desenvolvimento de seus trabalhos, bem como equipamentos, acervos e outros bens patrimoniais de sua posse e uso destinado ao desenvolvimento de suas finalidades;
  • Buscar financiamento para estudos, pesquisas, organização de eventos e publicações: junto a instituições públicas de fomento, ministérios e órgãos afins, e a organizações internacionais de apoio à pesquisa e projetos comunitários .

Objetivos Específicos:

  • Analisar a diversidade de respostas que nossas políticas públicas e instituições de ensino superior deram/dão ao desafio de sua “des-elitização” e democratização;
  • Analisar a expansão, a diversificação e a democratização da educação superior no Brasil (buscando compará-la com outros países);
  • Analisar as características sociais, econômicas e culturais dos estudantes da educação superior no Brasil (e, comparativamente, de outros países);
  • Promover estudos e pesquisas sobre evasão, permanência/retenção e assistência estudantil na educação superior;
  • Promover estudos e pesquisas sobre a formação de estudantes da educação superior em atividades de pesquisa, extensão e estágios (remunerados, obrigatórios, etc.);
  • Promover estudos e pesquisas sobre inserção profissional de egressos (particularmente, daqueles diplomados nas áreas de educação e ciências humanas);
  • Realizar estudos e pesquisas sobre relações raciais no Brasil, sistematizar informações e produzir análises sobre desigualdades raciais no campo educacional em geral, e na educação superior em particular (e, comparativamente, em outros países);
  • Colaborar na formação de professores (e outros profissionais interessados) para que estejam qualificados a desenvolver atividades voltadas para o tema da história e cultura afro-brasileira nas suas atividades profissionais;
  • Promover cursos e projetos de extensão centrados na qualificação de professores e demais profissionais interessados em trabalhar os temas da inclusão, desigualdade, discriminação, racismo, etc. na educação básica e superior;
  • Produzir material didático e voltado à implementação da Lei 10.639 nas escolas e também à discussão dos temas de estudos e pesquisas do Laboratório na educação básica (e superior);
  • Incentivar a inclusão das temáticas do Laboratório nas atividades do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE) da UFRJ, estimulando, ao mesmo tempo, o desenvolvimento de dissertações e teses;
  • Oferecer disciplinas eletivas via Faculdade de Educação a estudantes de graduação da UFRJ que possibilitem a reflexão sobre os temas de estudo e pesquisa do Laboratório.
  • Oferecer disciplinas eletivas via PPGE, que possibilitem a reflexão sobre os temas de estudo e pesquisa do Laboratório a estudantes de pós-graduação do próprio Programa e de outros, que queiram nelas se inscrever;
  • Organizar e oferecer curso de especialização lato sensu voltado para profissionais da educação e outros interessados, sobre o tema das relações raciais e desigualdades raciais na educação.

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, 2º andar (Fórum de Ciência e Cultura) – Campus Praia Vermelha – Rio de Janeiro – CEP 22.290-240

www.educacao.ufrj.br