Professora da FE organiza vídeo-conferência com Clare Brooks

25 de setembro de 2017



A vídeo-conferência com Clare Brooks, do Instituto de Educação da University College London/UCL, aconteceu em agosto deste ano nas dependências do NCE, organizada pela professora do Departamento de Didática, Ana Angelita Costa Neves da Rocha. Confira, abaixo, um resumo do tema abordado e o vídeo na íntegra:

As narrativas biográficas dos professores e a disciplina escolar como uma bússola para mapear resistências - (BROOKS, Clare. Teacher subject identity in professional practice – Teaching with a professional compass. Routledge, Londres, 2016.)

Por Ana Angelita da Rocha (FE/UFRJ)

Luciano de Freitas (PPGE/UFRJ)

Publicado em 2016, o livro Teacher subject identity in professional practice - Teaching with a professional compass resulta de pesquisa realizada por Clare Brooks (Instituto de Educação da University College London/UCL), no decorrer de 15 anos, com professores de Geografia da Educação Básica, na Inglaterra. Considerando a problemática da prática profissional, Brooks defende a hipótese de que a produção identitária do professor (a) é dependente de sua relação disciplinar e, para tanto, desenvolve a metáfora da “bússola profissional” (compass profissional). Com a ambivalência do nome e do verbo, “compass” é um termo eleito e busca sintetizar a dinâmica disciplinar no processo de produção de subjetividade do professor, envolvendo tanto a dimensão pretérita (memória) à formação docente, quanto os aspectos da política educacional em vigor no Reino Unido.

O livro, inserido na coleção Foundations and Futures of Education (organizado por Peter Aggleton e Sally Power), não diz respeito exclusivamente ao campo da educação geográfica. Brooks recorre metodologicamente à pesquisa biográfica, para com as histórias dos professores, tecer a relação da prática docente na escola com o conhecimento do seu ofício. Nessa direção, a história de vida e a história da vida profissional constroem o campo tangente da disciplina escolar.