Nota da Congregação da FE

 Apoio à paralisação 
Em defesa da Educação e contra a Reforma da Previdência 

Dia 14/06/2019

Dando continuidade às manifestações ocorridas nos dias 15 e 30 de maio, em defesa da Educação Pública e gratuita e contra os cortes na Educação, os professores, técnicos administrativos e estudantes das universidades federais, organizados em seus sindicatos e diretórios acadêmicos, decidiram aderir à greve geral, convocada por diversas categorias de trabalhadores nesta sexta-feira, dia 14 de junho, contra a Reforma da Previdência.

A Congregação da Faculdade de Educação, reunida no dia 11 de junho de 2019, apoia a mobilização contra e Reforma da Previdência e em Defesa da Educação Pública e gratuita.

Rio de Janeiro, 13 de junho de 2019.

Congregação da Faculdade de Educação da UFRJ

Ciclo (Im)permanências: Vulnerabilidade – Diálogos entre artes, humanidades e mudanças climáticas

Matinê Pedagogias da Imagem convida para:

Ciclo (Im)permanências:
Vulnerabilidade

19/6 – Auditório Manoel Maurício – CFCH (Campus Praia Vermelha, UFRJ). De 9h às 18h.

As mudanças climáticas são hoje um problema que mobiliza diversas áreas da pesquisa científica, um signo da imbricação entre cultura(s), políticas e ciências. O Ciclo (Im)permanências: vulnerabilidade, promovido pelo projeto Pedagogias da Imagem, surge com o objetivo de ativar formas outras de abordar articulações entre as ciências e as artes, a educação e as humanidades, bem como os desdobramentos do presente para a divulgação científica e cultural frente às mudanças climáticas. Continue lendo Ciclo (Im)permanências: Vulnerabilidade – Diálogos entre artes, humanidades e mudanças climáticas

Sessão de junho do cineclube Pedagogias da Imagem

Pedagogias da Imagem – cineclube da Faculdade de Educação da UFRJ.

Dia 18/6/2019, às 17h.

Exibição do filme: ‘Os catadores e eu’ (Les glaneurs et la glaneuse, 2000), de Agnès Varda.

Seguido de palestra:

Cinema, Mesopolítica e Antropoceno – experimentos em ecologias de práticas e afetos vitais com Agnès Varda

com
Susana Oliveira Dias
Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Unicamp. Pesquisadora do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo da Unicamp (Labjor), professora do curso de Mestrado em Divulgação Científica e Cultural do Labjor-IEL-Unicamp e editora da revista ClimaCom.

Nesta conversa buscaremos seguir e desdobrar as possibilidades lançadas pelo filme ‘Os catadores e eu’, de Agnès Varda, para se pensar as relações entre os humanos e a terra, entre o cinema e a política. Especialmente interessa a atenção que o filme dá aos gestos, o modo como abre uma escuta para os materiais e como se torna sensível aos encontros, diante do abandono, do desperdício, da vergonha e da catástrofe. Dando a sentir o cinema como um meio vivo de experimentação de ecologias de práticas e afetos, um meio de insistência na proliferação de novos modos de existir por entre coisas-seres-mundos.

Local: Auditório Manoel Maurício de Albuquerque, prédio do CFCH (próximo ao Cópia Café).
Campus da Praia Vermelha
Av. Pasteur, 250 – Urca
Horário: 17h
(capacidade de 100 lugares).

Pedagogias da Imagem é um projeto coordenado pelo SeCult – Setor de Cultura, Comunicação e Divulgação Científica e Cultural da Faculdade de Educação da UFRJ, vinculado ao programa CINEAD – Cinema para Aprender e Desaprender. O projeto privilegia a relação entre cinema e pensamento, procurando instigar o público a refletir, com os filmes, sobre questões que eles suscitam e reverberam.

Entrada franca.

Contato e agendamento de grupos: pedagogiasdaimagem@gmail.com